Nosso chamado ministerial é para ministrar ao corpo de Cristo sem fronteiras denominacionais firmados em três pilares principais:

1) Possuímos um ministério na área de ensino, visando edificar o Corpo de Cristo e contribuir na formação de obreiros para a seara do Senhor Jesus, para que estes estejam aptos a cumprir a Grande Comissão de Mateus 28.18-20.

2) Possuímos um ministério na área de avivamento em alinhamento com Atos 10:38, Mateus 10:5-8; Marcos 16:14-18. Cremos que a ministração pessoal com demonstração do Espírito e de poder (1 Coríntios 2:4), e com a transferência de dons espirituais (Rm 1:11) deve se mesclar à ministração da Palavra (Marcos 16:20).

Nós também cremos que a adoração é fundamental para criar uma atmosfera adequada para a manifestação dos dons do Espírito, sinais e maravilhas.

3) Possuímos um ministério na área profética, sendo que entre nossos objetivos, temos: treinar e equipar os cristãos a ouvirem diariamente com clareza a Voz do Senhor (Êxodo 15:26); capacitar os cristãos a discernirem os tempos e épocas no calendário de Deus (Lucas 12:54-56); ajudar cada um a descobrir sua identidade e propósito específicos no Reino (Salmo 139:16).

Para cumprir nossa missão, nós não só  utilizamos a internet como veículo de comunicação (incluindo treinamento ministerial ao vivo por serviço de webcast), como também trabalhamos em parceria com as igrejas locais, apoiando-as através de palestras e ministrações, e também disponibilizando livros para edificação e para capacitação dos leitores à obra de Deus.

Não é propósito nem nosso chamado plantarmos ou abrirmos novas igrejas, e sim apoiar os pastores e líderes das igrejas locais cristãs já existentes.

Temos ministrado por mais de 20 anos no treinamento e formação de obreiros em diversas igrejas locais. Muitos desses obreiros hoje são pastores e líderes e continuam firmados no propósito de implantar o Reino de Deus. Percebemos nisso a confirmação desse chamado de continuar equipando os santos para a obra do ministério, em consonância com Efésios 4.11-14.

Pastores Rogerio e Celia Clavello